26/07/2017 06:52

Saae e Sejudh firmam parceria para aproveitamento de mão de obra de recuperandos

O contrato de intermediação de mão de obra remunerada de recuperandos em regime fechado e semiaberto do sistema prisional foi assinado nesta quinta-feira (18)
  • Ascom Prefeitura/Francieli Cela
  • 18/05/2017 16:21:00


Com a proposta de efetivar a ressocialização dos recuperandos do Centro de Detenção Provisória de Lucas do Rio Verde, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae-LRV) firmou uma parceria com a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) para aproveitar a mão de obra dos recuperandos.

A prefeitura já utiliza desde 2014 a mão de obra dos recuperandos para produção de meio-fio, blocos, tubos, pavers, manilhas e demais artefatos utilizados nas obras públicas. A proposta é ampliar a iniciativa para atender as demandas do Saae.

O contrato de intermediação de mão de obra remunerada de recuperandos em regime fechado e semiaberto do sistema prisional foi assinado nesta quinta-feira (18) pela presidente do Conselho da Comunidade de Lucas de Rio Verde, Marcela Santana Miranda, o diretor do Saae, Raimundo Dantas, e o juiz da 4ª Vara Criminal, Hugo José Freitas da Silva.

De acordo com o contrato, os detentos vão atuar na fabricação de tubos que serão usados na construção do sistema de esgotamento sanitário, como por exemplo, as obras do bairro Menino Deus que serão retomadas em breve.

A parceria ainda prevê que o Saae se compromete a ensinar as técnicas para fabricação dos tubos e peças de concreto, a promover a disciplina e a cooperação entre os reeducandos e aperfeiçoar o conhecimento profissional.

O juiz Hugo José Freitas da Silva ressaltou que o projeto, que já existe pela prefeitura, mostra resultados positivos, como maior autoestima dos detentos, uma melhor perspectiva de vida, redução de rebeliões e motins e os presos que já saíram do sistema prisional que participaram do projeto não reincidiram na criminalidade.

“A unidade prisional de Lucas do Rio Verde já é modelo no estado e a nível nacional pelos projetos que a gente desenvolve em parceria com o município de Lucas utilizando da mão de obra dos detentos para fabricação de artefatos de cimento. E agora o Saae fez uma proposta para também utilizar da mão de obra desses detentos, dessa forma, celebramos este convênio para fazer a contratação destes detentos para fazer as tubulações de cimento para fazer o saneamento básico do município. É a utilização da mão de obra dos presos para o crescimento e desenvolvimento do município”, evidenciou.

O diretor do Saae aponta que a necessidade de mão de obra e de ressocialização dos detentos motivou a criação do projeto. “Além de receber pelo serviço, aprender uma profissão e ter a redução de pena conforme os dias trabalhados, os recuperandos vão contribuir com um projeto que beneficia toda a sociedade”, salientou.

Horário de Atendimento 09h às 11h | 13h às 15h - segunda a sexta feira
Av. América do Sul, 2500-S - Parque dos Buritis - (65) 3549-8300